segunda-feira, 30 de junho de 2008

Deveriam, mas não foram... (1)

Sabe aquelas fotos que deveriam ser publicadas, mas não foram? Nova série, quem sabe... Mandando bala então, vou colocar umas aqui da nossa viagem a Seattle, pouco mais de um mês atrás, viagem essa que serviu como despedida dos nossos amigos.

Em frente ao famoso Pike Market, algo como um mercado municipal, com toda sorte de bugigangas e comidas - muito mais bugigangas, diga-se de passagem:

Vai um bagel caprichado aí? Muuuuuuuuuuuito bom!!!

Me chamem de mané e tals, mas nunca tinha visto uma lagosta desse calibre:

Lembram daquele filme do Tom Hanks com a Meg Ryan passado em Seattle? "Sintonia de Amor" ("Sleepless in Seattle"). Bobinho que só, mas ficou ultra conhecido, especialmente por colocar Seattle no mapa pro resto do mundo. Nesse boteco aí se passou uma cena. Aliás, em todas as lojas de lembrancinhas você pode achar uma referência (ou reverência) ao filme.

Lá vai a D. Sílvia com nossos amigos Lu e Kev (agora diretamente de Sydney!) em direção à Space Needle:

Seattle é muito parecida com Vancouver no quesito clima e água. É todinha cercada ou invadida por braços de mar, lagos e rios. Muito bonita!!!


Uma homenagem (?) ao clima agradavelmente chuvoso do noroeste da América do Norte:

Sempre fazendo uma gracinha, né? "Loitering" é algo como "vadiagem" em Inglês. Rererererere...

A Space Needle fica em uma área cheia de atrações, com um estádio, uma coisa tipo um museu de ciências, parque de diversões e uma estação de trem que vai até o centro. Uma obra da área:

O bagulho é tão alto que fica difícil enquadrar pra tirar uma de "corpo inteiro". Tentamos...


É alto pacas!!!

Acho que isso é mais ou menos o "modelão" de cidade por aqui: muitas casas e prédios baixos nos arredores e uma área central cheia de espigões (na primeira foto, a localização da casa do Tom Hanks no filme):





Seattle é uma baita cidade, gigantesca para padrões canadenses... Muito espalhada, cheia de viadutos que dão aquela faceta de "grande metrópole" pra terra do Kurt Cobain. Tem uma parte histórica que está muito bem conservada, que conseguiu ficar de pé apesar das pressões das empreiteiras. A zona portuária é outra atração interessante, com muita comida barata e de qualidade, principalmente frutos do mar.

Uma tragédia aconteceu... Esquecemos o carregador da máquina em casa e batemos menos fotos que deveríamos - ou que pelo menos EU acho que deveria! Rerererererere... Quem sabe do meu vício fotográfico vai entender.

Abraços!

2 comentários:

Cau disse...

Que legal, poder ir ali e visitar Seattle.
E eu queria dizer que esse filme é definitivamente um dos meus preferidos hahahahaha, muito legal visitar as 'locações'.

Abraços!!!!

Claudia

Eliane disse...

Adorei Seattle pelas suas lentes!
Até que enfim uma foto sua e da Sílvia juntos. Um grande abraço Gleydson! Tudo de bom para vcs.
Eliane.