sábado, 9 de fevereiro de 2008

"E o frio?!?"


Essa é a pergunta de 11 em cada 10 habitantes de países tropicais quando falamos sobre o país acima do paralelo 49. Impressionante como existe um medo incondicional das baixas temperaturas.

Como estamos no nosso primeiro Inverno aqui, acabando mês que vem inclusive, digo que mais tranqüilo impossível! "Mas em Vancouver não faz frio?!?" Óbvio que sim, mas comparadas às marcas do leste e do norte do país aqui é sempre "Verão"! Rererererere...

Tivemos sim alguns dias com negativo, mas acho que não foi real e sim a sensação térmica. O vento!!! Isso sim incomoda infinitamente quando se está abaixo dos 5 graus... Com o vento a coisa cai até 10 graus, é impressionante.

Outra mitologia a respeito de Vancouver é sobre a tal da chuva incessante. Pra quem viveu em Sampa na época que se tinha a garoa famosa, é mais ou menos aquilo lá. Nada de chuva torrencial ou aquelas coisas que tendem à inundação de certas áreas. Nada perto disso.

O que as pessoas que estão aqui a mais tempo reclamam mais é da coisa acinzentada por longos períodos. Escrevo pra vocês com a convicção que deve ser um dos Invernos mais atípicos então dos últimos tempos. Tivemos inclusive uma semana linda, com por-do-sol no mar e lua cheia nascendo na montanha (e numa hora dessas eu sem câmera!!!). Um dos espetáculos mais lindos que já presenciei. Olhos marejados até!

Outra onda desse Inverno está sendo a quantidade de neve que cai aqui... Mais uma vez o pessoal que mora em Toronto e em Montréal vai achar ridículo, mas em um lugar que geralmente cai neve UMA VEZ (isso mesmo!!!) por ano, essa temporada está mais que extraordinária. Isso eu falo de Vancouver mesmo, porque a região metropolitana (Burnaby, Coquitlam, New Westminster, ...) por ser mais elevada sempre tem quantidades interessantes de neve durante esses meses.

Listinha de factóides:

- neve é bonito sim, nossa! Ainda mais pra quem nunca tinha visto, vixe... :-)

- ficar lá debaixo dela caindo, com vento gelado na cara, nada de bonito. Sem vento é legal sim;

- depois que passa a onda e ela começa a derreter... AFFF!!! Lama de neve ("slush") é definitivamente um efeito colateral que enche o saco. Rererere...

- como isso aqui é um evento, todo mundo se borra de medo de dirigir quando a neve acumula um pouquinho, já que quando ela começa a derreter tende a congelar e cria-se uma pequena camada de gelo. Aí mora o perigo.

Listinha de observações:

- aquela fumacinha que a gente gosta de forçar sair pela boca aí no Brasil, com a respiração normal aqui já se consegue. Rererererere...

- o frio que faz aqui é comparável ao frio que se tem no sul do Brasil. Detalhe: faz frio como no sul do Brasil TODOS os dias do Inverno, e não como os Invernos que passamos em Porto Alegre, onde tínhamos 2 dias de frio, 3 de calor e assim por diante. Aqui faz menos frio que no leste e faz frio como no sul do Brasil, mas é constante. Média de 4-5 graus todos os dias;

- nada melhor que aqueles "cuecões" pra ajudar! Acho que a gente chama aquilo de "ceroula" no Brasil, mas é mesmo uma calça de algodão com um punho e que se usa embaixo da calça regular, colada ao corpo. Aqui se chamam "john". Não são os de couro! :-P O fato é que em ele a calça fica gelada e fica pegando na perna, deixando os passeios a pé um tanto inviáveis... Com a proteção, além de reter bem o calor, você evita esse contato;

- essas camisetas de algodão de manga comprida são também uma maravilha e diria que obrigatórias; têm o mesmo efeito do cuecão e evitam que você suje demais suas blusas;

- aliás, uma dica é trazer essas camisetas de algodão do Brasil que são bem baratinhas. Se achar o "cuecão" também, ótimo! Essas coisas especializadas são bem caras por essas bandas;

- eu prefiro mais o uso das roupas em "camadas" pro dia-a-dia: a camiseta de algodão, uma blusa mais fina e outra mais grossa. Com isso você chega em qualquer lugar e tira a blusa de cima e fica confortável;

- já tem gente que prefere usar somente um casacão pesado por cima de uma camisa ou algo do gênero; eu prefiro isso pra ir pra um lugar fechado, porque aí você se livra do peso extra e na maioria dos casos o aquecimento 'tá derretendo o povo lá dentro.

Digo que minha relação com o frio de Vancouver é das mais amigáveis. Você tendo uma quantidade séria e apropriada de roupa pra poder se deslocar de um lugar pro outro é tudo o que precisa.

E isso é que a maioria das pessoas no Brasil não conhecem. No Canadá todos os lugares são devidamente preparados para o frio, i.e., existe um aquecedor onde quer que se entre. Não é que nem no Brasil, onde o frio que faz na rua é o mesmo de dentro de casa. Portanto, você acorda de camiseta e pouco cobertor; se empacota e então sai de casa de manhã pra pegar o seu transporte (se pegar o busão, o aquecimento 'tá torando!). Dentro do metrô às vezes tenho que tirar uma das blusas pra aliviar um pouco. Entrou no trabalho, mais aquecimento. E assim a BCHydro (a Cemig, ou a CEEE, ou a Eletropaulo daqui) fatura horrores nessa época, ao contrário do nosso Brasil, que as empresas costumam fazer muita $$$ no Verão com todos os ar-condicionados ligados.

Isso me faz lembrar de um "causo" que a Sílvia conta a respeito de um estudante alemão que ela e uma amiga conheceram uns tempos atrás; ele contou a elas que o lugar que tinha mais passado frio na vida foi em São Paulo! Rerererererere...

Não fiquem com medo do frio, gente! Se você não gosta, aí é outra coisa! Pra nós que temos essa cultura de praia, asfalto saindo aquelas ondinhas e o copo de cerveja na testa pra aliviar o calor, isso aqui é uma geladeira, sem dúvida. Mas não tem nada com o que se alarmar. Com o equipamento adequado não tem erro!

Isso me faz lembrar de uma outra cena na beira da praia de Copacabana lá pelos idos de 2001, quando passei o "Inverno" lá... Um ventinho gostoso, eu saindo do hotel de calção, chinelo de dedo, camiseta e tal, coisa de 20 graus. Foi muito engraçado deparar com aquele bando de carioca tremendo de frio, cheio de moleton, jaqueta jeans, tudo encolhido! Rerererererere... 20 graus!!! 20!!! Rerererere... Mas pra quem vive com 40 na lataria o tempo todo, imagina só.

Ahhh... A foto lá do começo foi a nossa "geladeira" aqui no apartamento novo por 2 dias; nos mudamos e a dita 'tava com problema e teve que ser trocada. Colocamos então nossos itens na sacada e deu o mesmo efeito. :-)

Abraços a todos!

4 comentários:

Cau disse...

É a pergunta que imigrante mas escuta né? "E o frio??"

Até quem tá indo como a gente, tem que ficar escutando!!! Imagina nós que somos de Recife hein?! Nordeste calorão quase 365 dias do ano!!!

Mas quem me perguntar de novo, eu dou o endereço do blog de vocês e mando ler este post!! rsrsrs... Vamos ver se a galera se convence que existe vida no frio!

Abraços,

Claudia

http://brincandonogelo.blogspot.com

Sandro e Família disse...

Parabéns pelo excelente post que nos ajudará muito a responder as perguntas que todos nos fazem sobre o inverno em Vancouver.

Abração

sberkenbrock disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Boas informações, mas o texto é muito ruim de ler, ficou cansativo.